A amiguina da minha filha veio dormir na nossa casa. E o banho?

Na coluna, para a qual eu escrevo, do blog batatolandia, meu último post foi sobre o banho das crianças alemãs. Precisamente sobre não ter o habito de fazê-lo.
https://batatolandia.de/blog/banho-nas-criancas-habitos-de-higiene-na-alemanha

Pois ontem vivenciei pela primeira vez a resistência de uma criança alemã ao banho. Minha filha convidou a melhor amiga da escolinha para dormir na nossa casa. Minha filha tem 4 anos e meio e a menina 5.

Era um dia agradável de sol e elas brincaram a tarde inteira na rua, primeiro no pátio da escolinha, depois no pátio aqui de casa.

Durante a janta eu disse às duas: “depois da janta vocês vão tomar banho.” Reação imediata da menina “NEIN!” Minha filha se adiantou na resposta “siiimm, vai ser divertido, podemos brincar na água!”

Eu não dei muita trela ao assunto, e acabada a refeição, não deixei outra opção a não ser ir direto para a banheira. A menina foi, contrariada, mas não se opôs. Contudo, não quis lavar os cabelos. Tive que prendê-los num rabo de cavalo para não molharem. Pensei “droga”, pois um dos meus objetivos ocultos, era esfregar bem a cabeça daquela menina, pois ela vive com os cabelos sebosos.

Antes de encher a banheira, sempre dou uma chuveirada rápida nos meus filhos para tirar o “grosso” da sujeira, e a menina alemã, visivelmente, não tem o habito de se lavar sozinha, porque nem as partes intimas ela sabia lavar apropriadamente.

Hora de encher a banheira, menos agua que o normal do banho dos meus filhos, e a alemã se acocorou no final da banheira (na parte da curva que começa a subir a parede da banheira), mal encostando o bumbum na agua.
Minha filha se esparramou, deitou, molhou os cabelos, e perguntava, a cada cinco minutos à amiguinha, porque ela não molhava os cabelos. “Porque eu não gosto”, era sempre a resposta dela.

De banho tomado, estava eu feliz por não deixar uma sujinha dormir na mesma cama da minha filha. Com todo o respeito que eu tenho aos alemães e à cultura alemã, mas dormir sem tomar banho no verão NÃO DÁ!

ps. essa resistencia ao banho também é comum nos adultos. A esse respeito, minha cronica nesse blog

Banho ou não banho, eis a questão

Larissa d’Avila da Costa, Gilching julho 2017