Banho ou não banho, eis a questão

Duschen

 

Caros leitores, realmente gostaria de escrever aqui para vocês, que a alemoada toma banho bonitinho todos os dias, mas infelizemente tenho que admitir: muitos alemães acreditam que banho todos os dias é desnecessário e faz mal à pele.

Se você colocar no google “wie oft soll man duschen?” – qual a frequencia que se deve tomar banho- você encontrará inúmeros artigos dizendo que o banho diário é desnecessário, que tira a proteção natural da pele, tornando-a ressecada. Banho muito quente e demorado, então, nem pensar!

Claro que há muitos alemães asseados como nós, que tomam banho diariamente PORÉM  (sim sempre tem um porém), o fazem de manhã E SOMENTE DE MANHÃ, esteja o calor que tiver (sim, aqui na Alemanha faz calor acima de 30°C de vez em quando), eles não vão tomar outro banho antes de ir para a cama. Para os brasileiros o banho está relacionado não somente à limpeza, mas também com o bem estar, para se refrescar, temos prazer em nos sentirmos limpinhos, cheirosos e fresquinhos. A impressão que eu tenho quando os alemães falam de banho é somente pelo fator higiene, não relacionam o banho a uma ação prazeirosa.

E se o assunto for banho nas crianças, aí a alemoada é unânime: criança não precisa de banho todos os dias porque não cheira! Não cheira, mas sua igual, além disso, como diz um amigo meu em palavras “muito finas”: tem o pau que mija e o cu que caga, vai dormir com eles sujos? Vai. Criança alemã toma banho uma ou duas vezes por semana. Mesmo no verão. Nos outros dias é banho de gato, com paninho húmido “nas partes” e era isso.

E aí as pobres brasileiras casadas com alemães, além de ter que lutar para se adaptar a cultura, tem que discutir com o marido ou sogra sobre dar ou não dar banho diariamente nos pequenos teuto-brasileiros. O argumento dos alemães: a pele da criança é muito sensível e muito banho causa dermatite! No Brasil é ao contrário: quem não toma banho é que fica com cascão.

Por isso, caros leitores, a grande aventura de morar no exterior se faz de pequenos detalhes, coisas que para nós são óbvias, que estão fora de discussão, aqui podem tornar-se um problema.

Larissa d’Avila da Costa

Dresden, junho 2015


  • ELENIR EMA RONCATO CARBONERA

    SENSACIONAL,LARI!ADOREI…O DINDO DIZ QUE QUANDO É MUITO FRIO NÃO SE IMPORTA DE FICAR SEM BANHO.KKKKK BEM….TEM DESCULPA.É DESCENDENTE DE ITALIANOS.BJS

    • brasanha

      Agora fiquei curiosa para saber como eram os habitos dos descendentes de italianos!

  • Pingback: Brasanha A amiguina da minha filha veio dormir na nossa casa. E o banho?()