Como foi o fim de semana?

Segunda-feira, recomeçando as atividades rotineiras, a primeira pergunta que se ouve no trabalho é essa. Ok, no Brasil também fazemos essa pergunta, mas aqui na Alemanha parece que você precisa fazer um relatório das suas atividades, detalhando tudo o que você fez com precisão.

Isso porque, além dos alemães serem realmente muito precisos nas suas descrições, eles têm praticamente uma obsessão por finais de semana com tudo planejado. Principalmente nessa época do ano, em que as temperaturas começam a subir, e o tempo se torna mais favorável a passeios, churrascos e encontros com amigos, a agenda dos germanos fica lotada já com meses de antecedência. Existe até uma palavra que descreve esse agendamento precoce: “verplant”.

Estar “verplant” pode ser uma situação que dura meses, e, se você quiser combinar algo com algum alemão é melhor agendar o compromisso com bastante antecedência, senão, você provavelmente ouvirá a frase: “Es tut mir leid, aber dieses Wochenende bin ich schon verplant!” – desculpe-me, mas nesse final de semana eu já estou com a agenda cheia. Eles planejam tudo: fazer compras, arrumar alguma coisa em casa, encontro com amigos, passeios.

Você percebe a importância do assunto já na sexta-feira, quando as pessoas começam a perguntar: “e aí, o que você vai fazer no final de semana?”. Se a previsão do tempo promete um final de semana bombástico e com muito sol se você não tem planos concretos do que irá fazer, você receberá um olhar de abominável do seu interlocutor alemão. Ele, possivelmente, ficará perplexo ao perceber que como pode alguém não saber o que vai fazer com a perspectiva de um tempo maravilhoso: um passeio, um churrasco, encontro com algum amigo, caminhada, pedalada, alguma coisa!!!

E mesmo que você não tenha uma resposta clara na sexta-feira, não esqueça de ter o relatório completo na segunda-feira, porque vai ser a primeira pergunta que você ouvirá dos seus colegas de trabalho alemães.

Larissa d’Ávila da Costa, Gilching abril 2018