Wieso feiert ihr im Restaurant?

Essa crônica é ao contrário, sobre a intriga dos alemães em relação aos nossos costumes. Fomos convidados por um amigo brasileiro para comemorar o seu aniversário (sim, Cristiano, é você mesmo) num restaurante brasileiro em Mannheim. Quando contei ao Christian do convide, a pergunta veio de imediato: porque vocês comemoram em restaurantes? Tja… como se… Read more »

Você acha chique morar na Europa?

Antes de responder essa pergunta, há que estabelecer-se os parâmetros de chique. A visão de chique e de luxo varia de acordo com a percepção de cada um e, invariavelmente, com o poder aquisitivo. Desde que moro no velho mundo meu conceito de chique e de luxo mudou muito. Para começar a explicar-me, devo dizer… Read more »

The racer

Definitivamente não tem como comparar as estradas brasileiras e as alemãs. E não só as estradas, como os carros também. Aqui as estradas são infinitamente melhores e os carros mais potentes que os brasileiros. Consequência disso: a velocidade aumenta. Um brasileiro que anda pela primeira vez nas “Autobahns” alemãs guiado por um alemão, certamente irá… Read more »

Temporada de churrasco

Os alemães adoram um churrasquinho. Claro que o que eles fazem aqui não é daqueles gaúchos, com espeto e uma bela picanha, é um churrasco do tipo paulista, de grelha, mas ainda está valendo. Não grelham as peças inteiras, mas o “steak”, em porções individuais. E muita carne de porco, mesmo assim, melhor que nada,… Read more »

Stoßen, anstoßen, aufstoßen e o problema

Já estou há quase seis anos na Alemanha e cada vez mais tenho a certeza que nunca conhecerei todos os pormenores desse idioma tão ingrato para nós brasileiros. Para comprovar essa hipótese, a realidade cotidiana não cansa em surpreender-me com novas situações como essa:  – Was war das? – o que foi isso, disse eu… Read more »

Despedida de Porto Alegre

Irremediavelmente, antes de qualquer retorno à Alemanha, sempre há as compras de últimíssima hora a fazer. São sempre coisas diferentes, um presente que faltou, um CD ou um DVD que não foram econtrados. Dessa vez foram remédios (sempre trago Multigripe e Neosaldina) e plástico bolha para embalar as garrafas que levaria na mala. Para isso,… Read more »

A outra mão

Muita gente me pergunta se os alemães são frios  no comportamento social. Eu sempre os defendia, dizendo que eles não são frios, são reservados, e, ao contrário de nós, não cumprimentam com beijinhos, abraços e tapinhas nas costas uma pessoa que não seja realmente amiga. Cumprimentar com um aperto de mão um adulto desconhecido eu… Read more »